Rua de São Tomé, Bairro Cruzeiro, 1º Andar Esquerdo, Ingombotas | Luanda - Angola
+244 942 888 080 geral@sarmn.ao

Medicina Nuclear

É uma Especialidade Médica que utiliza substâncias radioactivas não seladas, com meia vida física curta, para o diagnóstico e tratamento de doenças.

Os exames de Medicina Nuclear são chamados de cintigrafia (cintilografia ou gamagrafia).

Os radionuclídeos /radioisótopos usados em Medicina Nuclear são emissores de radiação gama (γ) radiação beta (β) e positrões ( β+).

Estes são dos radioisótopos mais usados em Medicina Nuclear convencional: o Tecnécio-99m (99mTc), o Iodo-131 (131I), o Iodo-123 (123I), o Tálio-201 (201Tl), o Gálio-67 (67Ga) e o Índio-111 (111In), pois emitem, de forma contínua radiação gama , que é detectado por aparelhos especiais, denominados gama-camaras e  que, por sua vez, têm associados sistemas de computadores que transformam a radiação emitida pelo doente numa imagem, a cintigrafia. Esta, depois de trabalhada no computador e fotografada, é interpretada pelo médico com a especialidade de Medicina Nuclear, que elabora um relatório sobre o exame efectuado.

O radiofármaco com emissor de positrões mais utilizado é a 18F-fluordesoxiglicose (18F-FDG). Os estudos PET têm a sua aplicação mais extensa em doentes oncológicos, embora também sejam muito úteis em diversas situações neurológicas e casos particulares de doentes cardíacos.

Os radioisótopos que são usados, são geralmente ligados a um composto especial (um radiofármaco) que se concentra no órgão alvo.

Existem radiofármacos para praticamente todos os órgãos e sistemas e, como tal, actualmente, a Medicina Nuclear é útil num vasto campo de áreas médicas, nomeadamente na Oncologia, Cardiologia, Nefrologia, Urologia, Pneumologia, Endocrinologia, Pediatria, Neurologia, Gastrenterologia, Reumatologia, Psiquiatria, etc.

Existem dezenas de diferentes procedimentos que permitem estudar praticamente todo o organismo.

O Radiofármaco pode ser administrado ao paciente por diferentes vias, incluindo a endovenosa (mais comum), oral, por inalação, etc.

São procedimentos (estudos) seguros, não dolorosos e não provocam habitualmente qualquer tipo de reacção alérgica.

As cintigrafias não devem ser realizados em caso ou suspeita de gravidez.

No comments
Leave Your Comment

No comments
Logo
Estamos relacionada às ciências radiológicas, bem como, às especialidades médicas que usam radiações com fim diagnóstico ou terapêutico.

Newsletter

Subscribe to our Newsletter to be updated.