Rua de São Tomé, Bairro Cruzeiro, 1º Andar Esquerdo, Ingombotas | Luanda - Angola
+244 942 888 080 geral@sarmn.ao

Categoria: News

Raio X do Trato Digestivo

Seu sistema digestivo é composto por uma série de órgãos que ajudam a processar os alimentos desde a entrada na boca até a saída no ânus. Embora os órgãos tenham funções diferentes, eles são, na verdade, todos uma via semelhante a um tubo, chamada de trato gastrointestinal (GI).

Os exames de raios-X do trato GI permitem que os profissionais de saúde encontrem problemas nesses órgãos. Para diagnosticar doenças gastrointestinais , os profissionais de saúde preferem um tipo de raio-X chamado fluoroscopia , que captura imagens de vídeo dos órgãos em ação.

Existem diferentes variações do teste, dependendo de quais órgãos estão sendo examinados.

Quais são os diferentes tipos de exames gastrointestinais (GI)?

Os exames GI comuns incluem:

  • Teste de deglutição de bário (esofagograma):

Um exame do esôfago enquanto ele engole.

  • Série GI superior:

Um exame do esôfago, estômago e duodeno (intestino delgado superior) durante a digestão.

  • Série do Intestino Delgado:

Um exame do intestino delgado (intestino delgado) durante a digestão.

  • Enema de Bário ou Série do Intestino Inferior:

Um exame do intestino delgado inferior (íleo), cólon e reto (intestino grosso ).

Por que eu precisaria de um exame GI?

Exames gastrointestinais são dados para determinar as causas de sintomas gastrointestinais misteriosos, incluindo:

  • Dificuldade em engolir .
  • Indigestão severa .
  • Refluxo .
  • Dor abdominal .
  • Diarreia .
  • Vômitos .
  • Sangue nas fezes.

Exame de Raio X do Torax

O raio X do Tórax serve, principalmente, para avaliar patologias que acometem o pulmão, tanto crônicas quanto agúdas.

Esse tipo de exame é solicitado especialmente quando um paciente se queixa de sintomas como falta de ar, quando é possível haver pneumonia, edema pulmonar, derrame pleural, para fazer o acompanhamento de nódulos, entre outros.

O raio X do tórax favorece uma série de diagnósticos tais como:

  • Permite avaliar possíveis patologias
  • Expõe a anatomia da região torácica, principalmente a pulmonar
  • Permite observar o coração e até a região da aorta
  • Permite avaliar as costelas

Não perca mais tempo, faça já o seu exame.

TODOS PELA PREVENÇÃO DO CÂNCER DA MAMA

A prevenção do câncer é a acção tomada para diminuir a chance de contrair câncer.

O câncer de mama é uma doença na qual células malignas (câncer) se formam nos tecidos da mama.

O câncer não é uma doença única, mas um grupo de doenças relacionadas. Nossos genes , estilo de vida e o ambiente ao nosso redor trabalham juntos para aumentar ou diminuir nosso risco de contrair câncer. O risco de câncer de cada pessoa é composto por uma combinação desses factores.

– Qualquer coisa que aumente sua chance de desenvolver câncer é chamada de factor de risco de câncer;

– Qualquer coisa que diminua sua chance de desenvolver câncer é chamada de factor de protecção contra o câncer.

Algumas práticas e hábitos podem prevenir o aparecimento de câncer da mama, tais como:

1. Praticar actividade física

A prática de exercícios físicos equilibra os níveis hormonais, melhora a defesa do corpo e ajuda na manutenção do peso adequado, factores que influenciam directamente na prevenção do câncer de mama.

2. Alimentação saudável e manter o peso corporal adequado

O excesso de peso gera alterações hormonais que podem provocar mutações nas células ou crescimento de células já alteradas. Portanto, manter o peso adequado é fundamental para prevenir que isso aconteça.

3. Evitar o consumo de bebidas alcoólicas

O álcool pode ajudar no aparecimento do câncer por diferentes mecanismos (danifica o DNA, torna os tecidos humanos mais sensíveis a danos, entre outros). Evitar a ingestão de todos os tipos de bebidas alcoólicas favorece a prevenção não só do câncer de mama, mas de inúmeros outros.

4. Não fumar e evitar o tabagismo passivo

O cigarro e outros produtores de fumaça contêm no mínimo 69 substâncias químicas que provocam câncer. Evitar fumar ou ficar perto de pessoas que fumam são medidas importantes que podem contribuir para a prevenção.

5. Amamentar

Durante o período de aleitamento, as taxas de alguns hormônios que favorecem o desenvolvimento desse tipo de câncer caem na mulher. Além disso, na amamentação também ocorre renovação de células que poderiam ter lesões, diminuindo assim as chances da doença. Quanto mais prolongada for a amamentação, maior a protecção para a mãe.

6. Realizar mamografia

Além de prevenção, é fundamental falarmos de detecção precoce. É imprescindível que as mulheres a partir dos 40 anos realizem anualmente a mamografia, exame mais eficaz para o diagnóstico precoce. Nas pacientes com alto risco, os exames de rastreamento iniciam antes dos 40 anos.

Ecografia Focada no Trauma

A avaliação focalizada com ultras-sonografia trauma (comumente abreviada como FAST) é um exame ultra-sonográfico rápido beira realizado por cirurgiões, médicos de emergência e paramédicos como um teste de triagem de sangue ao redor do coração ( derrame pericárdico ) ou órgãos abdominais ( hemoperitônio ) após o trauma.

As quatro áreas clássicas que são examinadas em busca de líquido livre são o espaço peri-hepático (incluindo a bolsa de Morison ou o recesso hepatorrenal ), o espaço periesplênico, o pericárdio e a pelve . Com esta técnica é possível identificar a presença de líquido livre intraperitoneal ou pericárdico.

A importância desse exame devesse ao facto de lesões traumáticas serem a principal causa de morte entre indivíduos com menos de 45 anos.

Radiologia Geniturinária

A radiologia geniturinária utiliza Raio-X para ajudar a diagnosticar anormalidades dos sistemas urinário e ginecológico.

O meio de contraste intravenoso (IV) é comumente usado para permitir uma melhor visualização dos sistemas geniturinários. O contraste IV não permite a passagem de raios X permitindo melhor visualização das estruturas geniturinárias quando vistas através de um fluoroscópio ou vistas em um filme de raios X.

A imagem geniturinária pode ajudar a encontrar a causa de:

• Incontinência urinária – perda não intencional de urina;
• Micção frequente e urgente;
• Bloqueio de urina;
• Massa abdominal;
• Dor na virilha ou parte inferior das costas;
• Sangue na urina;
• Pressão alta;
• Falência renal;
• Infertilidade;
• Pedras nos rins;
• Aumento da próstata;
• Tumores no rim, ureteres ou bexiga urinária;
• Anomalias congénitas do trato urinário;
• Refluxo vesico ureteral (refluxo renal);

Conheça o nosso consultório e marque a sua consulta

Cintilografia do Fígado e do Baço

A cintilografia é um exame que faz parte da Medicina Nuclear, utilizando compostos levemente radioactivos injectados por cateter em veias e órgãos. Com o movimento desses compostos radioactivos na circulação é possível obter imagens para fins diagnósticos mais precisos.

Na Cintilografia do Fígado e do Baço com Fluxo Sanguíneo Hepático, também chamada de cintilografia hepática, o objectivo é analisar fígado e baço em busca de hemorragias, nódulos e alterações de funcionamento.

O exame de Cintilografia do Fígado e do Baço com Fluxo Sanguíneo Hepático dá atenção maior à circulação sanguínea do fígado e baço. Por isso é usado no diagnóstico do hemangioma hepático, tumor que costuma acumular grande quantidade de sangue e que se forma no fígado.

Com o exame de Cintilografia do Fígado e do Baço com Fluxo Sanguíneo Hepático, também é possível avaliar a função hepática, além de verificar a localização exacta do fígado e baço em pacientes com suspeita de tumores e outras doenças nesses órgãos.

Para que serve o Exame Cintilografia do Fígado e do Baço?

A Cintilografia do Fígado e do Baço com Fluxo Sanguíneo Hepático serve para a detectar nódulos e massas anormais no fígado e baço, além da avaliação aprofundada da circulação sanguínea no baço e fígado. Com o exame, também é possível estudar o funcionamento desses órgãos com o objectivo de avaliar a função hepática.

Venha ao nosso consultório e faça o seu exame.

Cirurgia Radioguiada

A cirurgia radioguiada é uma técnica cirúrgica que, por meio de sondas intra-operatórias, permite ao cirurgião identificar tecidos pré-operatórios marcados por um radio-fármaco.

Os medicamentos utilizados podem ser injectados directamente na estrutura a ser removida ou serem injectados por diferentes vias, caso este medicamento tenha afinidade ou transite pela estrutura que deve ser identificada.

O mais comum desses procedimentos é a biopsia do Linfonodo Sentinela, realizada em alguns tipos de tumores, como parte do processo de estadiamento da doença, com a vantagem de permitir uma localização precisa da estrutura (linfonodo), por meio de uma cirurgia menos invasiva/mutilante.

Este procedimento é mais frequentemente utilizado nos casos de câncer de mama, melanoma maligno e câncer de orofaringe.

Fluoroscopia

A Fluoroscopia é uma técnica de imagem que usa raios X para obter imagens em movimento em tempo real do interior de um corpo. Um feixe contínuo de raios X é passado através da parte do corpo que está sendo examinada. O feixe é transmitido para um monitor tipo TV para que a parte do corpo e seu movimento possam ser vistos em detalhes. A fluoroscopia, como ferramenta de imagem, permite que os médicos examinem muitos sistemas do corpo, incluindo os sistemas esqueléticos, digestivo, urinário, respiratório e reprodutivo.

A fluoroscopia pode ser realizada para avaliar áreas específicas do corpo, incluindo ossos, músculos e articulações, bem como órgãos sólidos, como coração, pulmão ou rins.

A fluoroscopia é utilizada em muitos tipos de exames e procedimentos, como radiografias de bário , cateterismo cardíaco , artrografia (visualização de uma articulação ou articulações), punção lombar , colocação de cateteres intravenosos, pielografia intravenosa e biópsias.

Quer saber mais sobre o exame de Fluoroscopia? Contacte já a nossa linha de apoio e saiba o que acontece durante o procedimento e como deve se preparar para o exame.

CINTILOGRAFIA RENAL

A Cintilografia Renal é um exame de diagnóstico feito com ressonância magnética e aplicação de contraste radiológico, permitindo visualizar o interior dos rins, além de outras estruturas do trato urinário, como cálices renais, ureteres e bexiga.

Esse exame, também chamada de cintilografia renal nuclear, é solicitado pelo médico quando existem alterações no exame de urina, que possam ser indicativas de doenças nos rins, como hipertensão reno-vascular, alterações na anatomia dos rins, bloqueio do fluxo urinário, pielonefrite ou tumores renais, por exemplo.

Benefícios do exame

• A informação fornecida pela imagem nuclear renal é única e muitas vezes inatingível por outros procedimentos de imagem.
• A imagem renal fornece informações úteis necessárias para fazer um diagnóstico ou determinar o tratamento adequado para a doença.

Quer saber mais sobre os nossos exames?

Contacte-nos através da nossa linha de apoio.

Refluxo Gastro-esófago

Todo mundo já sentiu aquele gosto amargo ou ácido na parte baixa da garganta, ou até mesmo uma queimação na região inferior ao osso do peito, causado pelo retorno do conteúdo estomacal.

Quando ocasionais, esses sintomas são considerados normais. Mas se aparecem com frequência, são intensos e ainda causam lesões nos tecidos, podem caracterizar a doença do refluxo gastro-esofágico (DRGE).
Essa enfermidade é a mais comum entre os distúrbios gástricos e acomete 20% da população em geral, especialmente os homens, embora, mulheres e até crianças também apresentem o quadro com algumas variações.

A DRGE é considerada um problema da vida moderna que pode estar relacionado ao tabagismo, dietas e hábitos alimentares inadequados, obesidade, abuso do álcool e estresse. Essa é a razão pela qual a primeira indicação médica para o seu tratamento é mudar o estilo de vida.

Como diagnosticar a doença?

Para diagnosticar a doença utiliza-se o exame de cintilografia para pesquisa de refluxo gastroesofágico, que é um exame que tem como objectivo analisar a presença de refluxo, doença em que parte do conteúdo do estômago retorna ao esófago.

Como é feito o exame de Cintilografia para Pesquisa de Refluxo Gastro-esofágico?

Na Cintilografia de Refluxo Gastro-esofágico, o paciente toma pequena quantidade de medicamento levemente radioactivo misturado a leite, iogurte ou suco. É necessário encher bem o estômago para o exame.

Depois, é encaminhado à máquina de cintilografia, onde são captadas múltiplas imagens em variados períodos de tempo, até que se verifique que o estômago ficou vazio e se há ou não a presença dos marcadores radioactivos retornando ao esófago, o que caracteriza o refluxo gastro-esofágico.

Quer saber mais sobre os nossos exames de cintilografia?

Contacte-nos.

Logo
Estamos relacionada às ciências radiológicas, bem como, às especialidades médicas que usam radiações com fim diagnóstico ou terapêutico.

Notícias

Newsletter

Subscribe to our Newsletter to be updated.